segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Galopes

Nós temos dezenas de frases feitas prontas pra serem lançadas em qualquer conversa, em qualquer conselho e ouvimos tantas. Raramente desperdiço as conversas que tenho, quando as tenho, as martelo, as simplifico, as complico, rodo-as na minha cabeça frase a frase. É extremamente decepcionante quando você encontra algo antes dito e depois não cumprido. Infelizmente, as opiniões mudam depressa demais hoje em dia, infelizmente nós somos todos idiotas sem identidade. Minha mente então insiste em me perguntar porque você segue assim.

É bom testar essas frases feitas, é bom seguir algumas, mas pelo visto elas quase nunca funcionam, são só frases que podem acontecer mais vezes que outras, nada além disso, talvez infelizmente ou quem sabe felizmente, elas não são regras. Queria acreditar tanto no que você me diz, ah, como eu queria, mas simplesmente não entra na minha cabeça nada do que você diz. A vida é uma droga, não é? Quem foi mesmo que disse que nós somos responsáveis por isso tudo?

Então cá estou eu de novo, pensando, martelando tudo que eu ouvi. Parece belo um quadro de longe, parece bonita a nossa utopia, entretanto, existe um fantasma do futuro que assombra todas as noites ele continua a dizer "Você não vai lugar algum" e eu me desando de lá pra cá sem bem entender o que aconteceu até hoje. Eu ainda juro que quis entender tudo, ainda tento seguir seus passos, mas eles ou ficaram longos ou curtos demais pra mim, sinto muito. Acho que chegam certos momentos que apenas uma coisa é válida: "Por que não tentar de tudo? Se você só vai se lembrar uma vez". Intoxicado pela sua fé eu tentei seguir, meus pedaços agora caem novamente. Tô cansado de ouvir você dizer o que tem pra dizer. Sejamos mais honestos, o fim tem se aproximado a galopes cada vez mais velozes.

Um comentário:

  1. gostei muito do blog!! parabéns...
    mirelymelo.blogspot.com

    ResponderExcluir